Natal – Fortaleza – Sexto Dia

Category : Diário

Empolgação era a palavra do dia. Queríamos muito chegar em Canoa, faltavam ainda 40 km, 10 de asfalto e 30 de praia. Apesar de acordar um pouco tarde, não foi problema, pois a maré ainda estava secando. Quando alcançamos a praia ficamos impressionado com tanta beleza. As falésias, as piscinas naturais, as cores, as pedras na praia compunham uma paisagem inesquecível. Apesar do trecho ter sido difícil, foi bastante recompensador.

 

Canoa Quebrada, bicicleta quebrada

Talvez o maior perrengue tenha sido esse. Faltando 16 km de praia pra chegar em Canoa, o câmbio da bicicleta de Felippe arrebentou e junto levou os alguns raios e acabou empenando a jante também. O que impossibilitava andar na bici! Não tinha outra alternativa a não ser empurrar a bicicleta debaixo do sol do meio dia os 16 km ou pedir carona. Claro que fomos na segunda opção e um nativo, guia turístico de Canoa, que passava por ali de pick up, nos levou. O alívio foi grande…


Isaias, o nativo, foi super gente boa conosco, do começo ao fim. Quando chegamos em Canoa, almoçamos juntos e por lá chegou também sua esposa Carina e filho Franco. Conversamos um monte e Isaias nos chamou pra ficar em sua casa em Canoa. Sem hesitar aceitamos o convite, é sempre bom conviver com as pessoas da terra.

Veja mais fotos abaixo e todas as fotos do sexto dia do percuso Natal – Fortaleza no Picasa.